Usando o Raspberry Pi com Arduino

Usando o Raspberry Pi com Arduino

O desenvolvimento na área de programação é muito grande, e como não poderia ser diferente, é muito comum nos depararmos com empresas que estão sempre procurando criar novas plataformas de hardware, visando dessa forma conseguir criar uma ferramenta de alta qualidade para que os profissionais e também amadores tenham a possibilidade de fazer o desenvolvimento de seus trabalhos. Assim também acontece com as plataformas Raspberry e Arduino, sendo duas plataformas que parecem ter um desenvolvimento muito próximo, mas que na realidade são destinadas a um público distinto, e para quem não conhece essas plataformas, com certeza esse texto será de grande ajuda.

Usando o Raspberry Pi com Arduino

Raspberry é uma nova plataforma que vem conquistando bastante espaço no mercado, porém diferente do que muitas pessoas imaginam, a mesma não está roubando o espaço do Arduino, até mesmo porque as pessoas que compram a plataforma, procuram a mesma por qualidades distintas, seja em relação a Raspberry ou Arduino. Raspberry é um microcomputador que tem o tamanho de um cartão de crédito, sendo possível plugar o mesmo em uma televisão ou teclado que oferecem suporte para sua conexão.

O mesmo pode ser utilizado para planilhas eletrônicas, edição de textos, reprodução de vídeos, áudio, jogos e muitas outras funcionalidades nos quais o usuário tem e poderá usufruir com a ajuda do Raspberry. Já no caso do Arduino, o mesmo é destinado para um público mais específico, sendo um hardware muito simples de ser utilizado, contando com bastante processamento, ideal para profissionais que precisam desenvolver trabalhos na área de designer, artistas e profissionais que queiram criar um ambiente interativo e precisam de hardware que ofereça tal funcionalidade.

Dê uma forma geral o Raspi acaba sendo mais completo, tendo um alto poder computacional, e consequentemente oferece mais funcionalidades devido a sua qualidade de processamento. Mas o Arduino tem uma finalidade específica que é controlar outros dispositivos de hardware, oferecendo uma interface simples para o desenvolvimento de trabalho de profissionais. Justamente por essas distinções, ambos os equipamentos trabalham unidos, e não um contra o outro.